29 de mai de 2012

LÁ E CÁ



O prefeito de Rio Largo (24 km de Maceió), Antônio Lins de Souza Filho (PSB), se entregou à Justiça na tarde desta terça-feira (22), após a Justiça de Alagoas decretar sua prisão.
Lins é acusado pelo Ministério Público do Estado de fraudar a venda de um terreno a uma empresa. Todos os dez vereadores de Rio Largo também tiveram prisão decretada, por terem aprovado a transação na Câmara. Sete foram presos na última quinta (17).
O advogado do prefeito, José Fragoso, afirmou que ele se apresentou na sede do Tribunal de Justiça, em Maceió, por volta das 16 horas, e que deve passar a noite na Academia de Polícia Militar.
O defensor disse que, até quinta-feira (24), entrará com pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça.
LICENÇA
Marcelo Brabo, advogado do prefeito na esfera eleitoral, afirmou que Lins vai continuar no cargo.
Segundo ele, a Lei Orgânica do Município permite ao prefeito se ausentar por até 15 dias. "Se passar desse prazo, vamos estudar o que fazer, tirar uma licença."
No caso dos vereadores, Brabo disse que a legislação municipal possibilita que eles tirem licença por até 120 dias, sem precisar acionar seus suplentes. Nesse período, a Câmara não terá sessões, a menos que a Justiça ordene que os suplentes tomem posse.
Segundo Brabo, dos sete vereadores presos na última semana, seis continuam na prisão. Um deles foi solto por ter colaborado com a Justiça, de acordo com a Promotoria.
Outros três vereadores da cidade continuam foragidos.
ENTENDA O CASO
A Prefeitura de Rio Largo desapropriou em 2010 uma área de 252 hectares da empresa S/A Leão Irmão Açúcar e Álcool, por R$ 700 mil.
Em seguida, solicitou à Câmara aprovação para vender o terreno a "empresas que estivessem dispostas a realizar programas e ações habitacionais de interesse social".
Segundo o Ministério Público, porém, a área foi vendida sem licitação à MSL Empreendimentos Imobiliários pelo mesmo valor da desapropriação (R$ 700 mil) --quando, na verdade, valia cerca de R$ 22 milhões-- e foi loteada para a construção de condomínios.
O procurador-geral de Justiça de Alagoas, Eduardo Tavares, afirma que houve um acerto entre o prefeito, os vereadores, os antigos donos do terreno --que concordaram com o valor baixo da desapropriação-- e a empresa que comprou a área. "Cada um levaria uma parte."
O prefeito Toninho Lins é acusado de apropriação de bens e renda pública em proveito próprio, venda de bem público em desacordo com a lei, falsidade ideológica, dispensa ilegal de licitação e formação de quadrilha.

Fonte: Folha de São Paulo on line

24 de mai de 2012

Áudio do Escândalo de Carpina



Como prometido escutem o áudio do escândalo envolvendo pessoas ligadas ao prefeito de Carpina, que foram compradas, como diz a gravação pelo próprio prefeito.

Na gravação quem fala é Ramos ( Irmão do vereador Claudio do Gesso-PSDB ), a Juca ( motorista de Carlinhos do Moinho ), tentando convencer o mesmo a se vender ao prefeito.

Tirem suas conclusões, e na próxima postagem, os documentos do Presidente do PSD de Carpina, Sr. Julio César, protocolando a denúncia no Ministério Público Federal e no MPPE.

22 de mai de 2012

ESCÂNDALO EM CARPINA


Foi divulgado uma gravação na rádio Nova Carpina FM, no Programa Dizendo Tudo, na audição da tarde, onde  diz que o prefeito de Carpina  estaria comprando pessoas ligadas a Carlinhos do Moinho, com dinheiro da prefeitura de Carpina.
Segundo a gravação o senhor de nome Ramos ( Irmão do vereador Claudio do Gesso ), teria se vendido ao grupo do prefeito por R$ 3.000,00 ( Três Mil Reais ),e quem intermediou o negócio foi Barnabé, que é cabo eleitoral do sobrinho do prefeito e pré-candidato em Carpina.
Na gravação quem fala é o próprio Ramos, tentando cooptar o motorista de Carlinhos do Moinho a se juntar ao grupo do prefeito e receber a propina, não sabendo Ramos que Juca estava gravando a conversa.
Ao tomar conhecimento do fato, o Presidente do PSD, em Carpina, senhor Julio Cesár, protocolou uma denúncia junto ao MPPE e a Polícia Federal, o rolo tá grande.
Sabendo que seria  divulgado a gravação do ocorrido, o próprio Ramos que fala em detalhes da propina que recebeu, foi a delegacia de Carpina, fazer um B.O. contra Juca, dizendo que falou tudo por que estava com uma arma apontada para sua cabeça, pois enquanto Juca dirigia pelo centro de Carpina, apontava-lhe uma arma. Mais na gravação o Ramos fala naturalmente e não aparentava estar sendo coagido. Nas próximas notícias postarei o áudio da conversa, onde Ramos diz ter recebido dinheiro e que o prefeito de Carpina está tentando comprar muita gente para eleger o sobrinho. O pavio foi aceso!


18 de mai de 2012

Má gestão no Estádio Municipal e Carpina pode ficar de fora da A2


Na manhã desta sexta – feira (18/05) representantes da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) estiveram, em Carpina-Pe para fazer a vistoria no Estádio Municipal para a participação de Carpina na série A2.
De acordo com o diretor de futebol Mulio Falcão o gramado não oferece nenhuma condição para a prática do futebol. Ainda segundo o diretor responsável pela vistoria no dia 04 de abril foi feita uma primeira  inspeção e deixado com dirigentes  o que era de exigência e até hoje (18/05), ou seja 44 dias e nada foi feito.
                                   
Irresponsabilidade dos que fazem a  Prefeitura de Carpina, que estão preocupados com as eleições em outubro e não estão nem aí para os problemas, pois o Estádio é de propriedade do Município, que deve cuidar para que não fique do jeito que está, ou seja acabado, sendo essa uma realidade em toda administração, Carpina está aos pedaços,ou melhor em ruínas.
Fonte:Programa Dizendo Tudo

MUITO ESTRANHO, ESSA DOAÇÃO DO TERRENO

Nunca vi em Carpina uma doação de terreno tão esquisita, a começar como foi feito na Câmara, pois o projeto foi lido, discutido, aprovado pelas comissões e votado no mesmo dia, ou melhor em menos de uma hora. Um recorde em votação, para que o prefeito de Carpina, pudesse doar um terreno ao lado da Falub, num valor estimado em  R$ 5.000.000,00 ( Cinco Milhões ), para um concessionária da Volkswagen a Nova Veículos, de propriedade do prefeito de Timbaúba. O estranho é que os vereadores Charles Meira e Marta Guerra, denunciaram o fato ao MPPE, além de haver também uma ação civil pública, pedindo a justiça a não doação do terreno. Para a perplexidade geral o prefeito foi a Rádio Nova Carpina, no Programa Dizendo Tudo, informar que derrubou a liminar que paralisava a doação no TJPE, e que pagou do próprio bolso o advogado para derrubar a liminar. É de se estranhar uma causa do município onde o prefeito tem acessória jurídica, ele pagar do próprio bolso uma ação dessas. Carpina está mesmo entregue as baratas, cabe um recado ao deputado Sergio Guerra que tanto fez pelo prefeito de Carpina, que ele abra os olhos pois o prefeito de Timbaúba será candidato a deputado federal nas próximas eleições, e essa troca de favores do prefeito de Carpina, é deveras preocupante para Guerra, pois pode vir por aí uma traição futura, pois disso o prefeito de Carpina entende, só lembrando: Tota ( elegeu ele para prefeito de Lagoa do Carro ), Jarbas( ajudou na administração de Lagoa do Carro e Carpina ), Antonio Moraes ( mentor, mestre,líder, pagava até a faculdade da filhas do prefeito quando ele não podia ) , Lebre ( traído pois seria o candidato natural a prefeito em 2012 ), Edilson ( foi enganado pois disse que ele seria o candidato a  prefeito e depois lançou o sobrinho ).
E nesse meio tempo o patrimônio de Carpina sendo loteado, isso é um absurdo!

Abaixo fotos do terreno que o prefeito bonzinho deu, pois está preocupado com emprego para os jovens de Carpina.















6 de mai de 2012

MENTIRA E BAIXARIA, ESTÁ EM ALTA NO GOVERNO MUNICIPAL DE CARPINA

Nas últimas semanas Carpina, voltou a ser destaque. Mais destaque negativo, devido as várias inserções que o prefeito de Carpina fez no Programa Dizendo Tudo, na Nova Carpina FM. Em ataques pessoais a oposicionistas do seu governo,  não respeitando ninguém. Numa das vezes tentando esconder uma prática imoral,que é o Armazém de Construção que ele colocou para o filho, vender cimento a firma que está fazendo calçamentos para prefeitura, após o vereador Charles Meira, perguntar na Câmara e em entrevista na rádio,  quem era o fornecedor de cimento da empreiteira, o prefeito  agrediu o vereador, dizendo que o filho vendia cimento a qualquer um, vendia a  mãe do vereador e até a p.t.q.p. Não satisfeito na segunda-feira disse que vendia cimento até a mãe do governador, e por aí vai seu desespero, despreparo e arrogância desse ditador nato. Muitas pessoas foram solidárias ao vereador e a sua mãe e repudiaram a atitude do prefeito, que se diz evangélico. O vereador em direito de resposta, frisou que o prefeito não passa de um fariseu, que prega no templo mais fora dele só faz coisa errada que envergonha os irmãos em cristo.
Semana passada, numa inauguração de um mini-campo, no Bairro Novo, o prefeito disse em entrevista no outro dia que lá se encontravam 4.000 pessoas, mais na verdade tinha a umas 400 pessoas,e que aquela obra foi realizada pela prefeitura, exceto a mão de obra que foi paga pelo seu filho deputado. É achar que o povo de Carpina, é o amigo aí de baixo. 




1 de mai de 2012

O Último Grande Herói

 Há exatos 18 anos, a F1 perdeu um de seus maiores ídolos: Ayrton Senna da Silva. No dia 1º de Maio de 1994, morreu aos 34 anos, após sofrer um acidente na curva Tamburello, no circuito de Imola no GP de San Marino. Lembro que chorei muito, pois além de perder um ídolo, estávamos perdendo o amigo de todos os domingos,  com Senna na pista, era emoção o tempo todo, pois sua garra e determinação e o amor pelo Brasil, nos emocionava, era só esperar o final da corrida para escutar o tema da vitória que se eternizou através de suas conquistas. A partir daquele momento a F1 para mim perdeu a graça, E o Brasil perdeu seu Último Grande Herói. Salve Senna!


Vereadores combatentes

O vereador Charles Meira e a vereadora Marta Guerra, são destaque nessa legislatura

Trabalhador sem comemoração em Carpina

Largo de São Sebastião
Parque de Eventos Jota Cândido
Largo de São José
As fotos dizem tudo nesse primeiro de maio dia do trabalho em Carpina, não houve comemoração nenhuma, a prefeitura não fez nada pelo trabalhador. Sendo o slogan, Agora é Trabalho, pelo menos devia fazer algo pelos mesmos. Tá guardando dinheiro público para gastar nos próximos meses.