17 de fev de 2010

O CARNAVAL DE CARPINA DEU SONO


Diferentemente dos carnavais das cidades vizinhas, cito Nazaré da Mata e Paudalho o carnaval de Carpina não existiu, se as pessoas não brincassem na frente de suas casas, ou ficassem bebendo em alguns bares da cidade, diriamos que Carpina estava vazia, pois quem passava pelo centro não sentia clima carnavalesco na cidade, além da decoração bisonha de um mal gosto terrível.
Que tirem como exemplo o carnaval de Paudalho, pois para quem tem um Parque de Eventos como é o Parque de Eventos J. Cândido, não precisa gastar com infra-estrutura.
É lamentável!

Combate à exploração de crianças e adolescentes

A imagem de que o Brasil é um local com exploração de crianças e adolescentes está mudando. Atualmente diversas ações envolvem mais de 180 parceiros em todo o País, e os resultados aparecem em números, como o balanço do Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, conhecido como Disque 100. As ações do Disque 100 vão além de receber as denúncias, pois uma equipe da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR) acompanha os casos até que a proteção das vítimas esteja garantida. Fora isso, mais de 40 órgãos do governo federal trabalham em ações contra abusos às crianças e adolescentes.




Em quase sete anos o serviço telefônico realizou mais de 2,4 milhões de atendimentos. A média do ano passado foi de 82 denúncias por dia. “Além de receber a denúncia nós acionamos uma rede de proteção e responsabilização”, explica a Carmen Oliveira, subsecretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, da SEDH. O Disque 100 mantém operadores que foram treinados não apenas para orientar as vítimas, mas para encaminhar, em menos de 24 horas, a denúncia às autoridades competentes do município ou do estado.



A SEDH está trabalhando no sentido de fortalecer os diversos disque denúncias que existem no País. “Nós temos desde o ano passado desenvolvido instrumentos para colaborar com os canais de denúncias locais, como exemplo: a sistematização da metodologia do Disque 100 e a criação de um sistema de registro de denúncias informatizado, todo construído em software livre, e que será disponibilizado aos parceiros. O Disque 100 foi também fortalecido estruturalmente, por isso, há um aumento na capacidade de recebimento de denúncias, que não significa necessariamente o aumento de casos”, diz Carmen Oliveira.

O serviço funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. A ligação é gratuita e o usuário não precisa se identificar. Também é possível fazer denúncia pelo e-mail

disquedenuncia@sedh.gov.br.

9 de fev de 2010

FALTOU POLÍCIA NAS K-TRAIAS

Um absurdo, essa foi a palavra dada para o policiamento no Bloco das K-Traias, domingo em Carpina. Muita briga, muita droga e um assassinatoe quase nada de polícia para a multidão que estava nas ruas. Graças a Deus não houve mais mortes, graças a ele e nada mais.