13 de mai de 2009

SEGURA CORAÇÃO RUBRO-NEGRO

Ontem à noite, depois da desclassificação do Sport da Copa Libertadores 2009, começou a circular em vários sites de relacionamento, um poema supostamente assinado pelo escritor rubro-negro Ariano Suassuna. Não sabemos da veracidade do poema, mas vale o registro e a divulgação das palavras, tenham sido elas escritas ou por ele.
Segue o poema na integra:
Chora e chora bastante.Não o choro dos derrotados, não por isso!Chora pelo urro dos vencidos, que até o último instante acreditava!Chora aquela lágrima de ‘quero mais’ e a de vingança que não tarda, com a certeza de que não mais vinte anos separará a glória!Chora pela certeza de que a vitória irá se repetir e não parecerá tão anacrônico, tão inesperado, tão louco.Chora de pena pelos companheiros de supostos grandes times pernambucanos, que mais se animam em nossa derrota que na vitória deles, mas que riem para esconder a inveja de sentir o sabor do sonho que vivemos.Chora de alegria por uma bela campanha.Chora pela certeza de volta.Chora por ter colocado o nome do time nos noticiários internacionais, no olho do furacão.Por ter ido mais longe, contra árbitros, contra emissoras e contra babacas que preferem torcer para times do sul.Enfim, sorri, ao saber que em breve a bandeira rubro-negra voltará a erguer taças, flamulando no alto de sua imponência, certa e constante, como o orgulho dos que torcem…
(Ariano Suassuna, 12 de maio de 2009 )

Nenhum comentário:

Postar um comentário